Textos

Ridículo
Meu lado ridículo fundiu-se a  uma carta,
onde leram um pedaço de mim,
amarrotado no carmim da rosa que joguei fora!

A flor do jardim
brotou,  é hora ...

O que será que ela queria, quando estava comigo,
e agora como castigo,
volta a me olhar de fora,
Como se o dentro pudesse me esquecer agora..
.............
O álcool desceu queimando, e a noite amanhece bêbada,
como parece  bêbado o canto do galo no dia que acabou de acordar!
..........

Veio a morte e disse :
-Amém, vida, eu vou te levar,
porque de companheira basta a ferida,
e eu vou te livrar dessa vida,
das dores que a ideia pariu,
E como um fuzil
eu vou te emboscar!
Aqui na estrada segura
a paz segue pura,
Tão pura como a noite, quando vou te destruir!


Vera Mascarenhas
Enviado por Vera Mascarenhas em 25/04/2022
Alterado em 03/05/2022
Copyright © 2022. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários